Em busca de novos conhecimentos e experimentações, o Sinestesia tomou um café com Mauricio Planel e Paula Monte no charmoso escritório Substância 4 Design Integrado da Márcia Albuquerque para conversar sobre vida, ocupação da rua, arte e, é claro, sobre a Oficina de Colagem e Fotografia que eles vão ministrar nos próximos sábados de julho.

Colagem Mauricio Planel

Mauricio Planel faz colagens verdadeiramente artísticas, inquisitivas e de muito bom humor. Seu talento, inclusive, é reconhecido por publicações de grande circulação, como a GQ, o Guia do Estudante, a Revista da Cultura e o Le Monde Diplomatique Brasil, pra citar algumas. E, generoso, não é o tipo de artista que esconde os macetes pra fazer uma boa colagem. Seus trabalhos deixam a gente com vontade de botar a mão na massa, mesmo. Muito influenciado pela estética dos anos 50, é notável um ar retrô em suas obras, que as confere um caráter glamuroso e fanfarrônico, ao mesmo tempo.

O colagista (termo novo pra nós também, a-do-ramos!) ministra oficinas desde 2007, quando o ilustrador Renato Alarcão (quem, inclusive, o apresentou a Paula Monte) o convidou pela primeira vez. Desde então, as oficinas foram se expandindo e se desenvolvendo de diversas maneiras. Atualmente, ele estabelece parcerias com artistas de diversas áreas, sejam ilustradores, designers ou cineastas e fotógrafos, como Paula Monte, que abarca as duas últimas funções e um pouco mais.

Recém retornada de Cemitério do Peixe, uma pequena vila em Minas Gerais, onde participou de uma ocupação artística de peso, Paula Monte carrega um sorriso no rosto e uma ideia na mente, criar e explorar. Com uma preocupação sincera com reaproveitamento de materiais e com a falta de acesso e de oportunidade de comunidades mais carentes e afastadas, ela não mede esforços em fornecer sua mão de obra e cabeça pensante.

Com uma proposta menos técnica e mais artística, portanto, eles partem da autorreferência na hora da criação, dividindo o curso em dois momentos, um voltado à fotografia, feita pelos alunos, outro à colagem a partir das fotografias impressas. Assim, a primeira criação serve como base para a segunda. O curso abarca, ainda que de forma breve, as histórias da Fotografia e da Colagem, que se iniciaram praticamente juntas e vêm se desdobrando de maneiras muito interessantes.

Importante destacar o quanto as atividades de oficinas para adultos têm se multiplicado e dado resultados positivos, por serem ideais para quem não tem ou não deseja dedicar muito tempo, mas, gostaria de aprender ou desenvolver algo em uma área diferente da que costuma trabalhar. Quebra-se o gesso do tradicional e se permite construir algo novo, desenvolver potências e, quem sabe, se redescobrir. Os únicos critérios são: ter vontade e se permitir.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Oficina de Colagem e Fotografia

  • Dias 04 e 11 de julho das 10h30 às 16h30 no Largo do Machado, Rio de Janeiro.
  • Inscrições e informações: contato@mauricioplanel.com ou paulamonte.foto@gmail.com.
  • Não é necessário ter experiência prévia.