Tempo de leitura: 37 s

Animais Noturnos é um ótimo exemplo de cinema autoral de qualidade. Perturbador, angustiante, assustador. Arte cinematográfica que caminha por situações que nos provocam emoções intensas. Por vezes, parece um pesadelo em que não se consegue acordar. Assisti por streaming, assim, podia pausar para digerir as cenas mais perturbadoras. Fico imaginando quem assistiu no cinema. Recomendo, vá até o fim e será presenteada(o) com uma metáfora libertadora.

Curiosidade: todos os óculos que aparecem durante o filme são da marca do diretor, que também é autor (daí o cinema autoral) expoente da moda que, cada vez mais, se prova aquele tipo de pessoa que é multi e, boa em tudo que faz. Parabéns, Tom Ford.

  • Nocturnal Animals (Animais Noturnos) – 2016 – Tom Ford